Relembre 5 jogos e brincadeiras infantis populares

Veja cinco brincadeiras e jogos populares em diversas regiões do País e aproveite o próximo feriado do dia 12 para apresentá-los às crianças

Por Mie Francine Chiba

Fonte: basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar

Publicado em 10/10/2016

Neste Dia das Crianças, que tal apresentar aos pequenos brincadeiras populares que, muitas vezes, acabaram substituídas pela tecnologia? São brincadeiras que estimulam a atividade ao ar livre, a socialização, o espírito de colaboração e a imaginação, segundo ressaltam Lúcia Gaspar e Virgínia Barbosa, bibliotecárias da Fundação Joaquim Nabuco no site Pesquisa Escolar On Line.

Veja alguns exemplos de brincadeiras listadas pelo Pesquisa Escolar On Line e ensine às crianças. Algumas delas podem ser mais ou menos conhecidas em determinadas regiões do País. Podem também receber outros nomes, ou terem regras diferentes. A atividade pode ser útil para as crianças perceberem que a diversidade cultural brasileira também reflete sobre o brincar. Para ver a lista completa de brincadeiras, clique aqui.

Barra-bandeira ou Rouba-bandeira

Os participantes são divididos em dois grupos com o mesmo número de crianças. Delimita-se o campo e, em cada lado, nas duas extremidades, é colocada uma bandeira (ou um galho de árvore).

O jogo consiste em cada grupo tentar roubar a bandeira do outro grupo, sem ser tocado por qualquer jogador adversário. Quem não consegue, fica preso no local onde foi pego e parado como uma estátua, até conseguir que um companheiro de equipe o salve tocando-o.

Vence o grupo que tiver menos participantes presos ou quem pegar primeiro a bandeira, independente do número de crianças “presas”.

Boca-de-forno

Escolhe-se uma criança para ser o comandante ou o mestre, que solicita ao resto dos participantes o cumprimento de uma missão.

A brincadeira começa com o Mestre gritando: - Boca-de-forno! Todos respondem: Forno! - Tirando bolo! Todos respondem: Bolo! - O Senhor Rei mandou dizer que... e indica uma porção de idas e vindas a diversos locais, na busca de galhos de plantas, flores, vários objetos ou qualquer tipo de tarefa a ser cumprida. A brincadeira é parecida com uma gincana, mas sem um ganhador.

Cabo-de-guerra

Os participantes são divididos em dois grupos, com o mesmo número de crianças. Cada grupo segura um lado de uma corda, estabelecendo-se uma divisão na sua metade, de forma a permitir que cada grupo fique com o mesmo comprimento de corda.

É dado o sinal do início do jogo e cada grupo começa a puxar a corda para o seu lado. O vencedor é aquele que durante o tempo estipulado (um ou dois minutos) conseguir puxar mais corda para o seu lado.

Esconde a peia

Uma das crianças esconde qualquer objeto, enquanto as outras fecham os olhos para não ver onde ele foi colocado. Depois, todas passam a procurar o objeto.

Para conseguir pistas, vão perguntando a quem escondeu: Tô quente ou tô frio? Se estiver próximo ao esconderijo a resposta será, Tá quente! Se estiver distante, Tá frio! Quem escondeu também segue dando dicas dizendo “tá esquentando”, ou “tá esfriando” de acordo com a proximidade ou distância do objeto escondido.

Quando alguém chega muito perto do objeto escondido, quem escondeu grita “tá pegando fogo!”, ou se estiver muito longe – “tá gelado!”. A criança que encontrar o objeto escondido será a próxima a escondê-lo.

“Adedonha” ou Stop

A brincadeira pode ter qualquer número de participantes. Exige apenas papel, caneta ou lápis.

Primeiro, deve-se fazer uma lista ou quadro com 11 colunas e, acima de cada uma, colocar um dos seguintes itens: nome de pessoa, lugar, animal, cor, marca de carro, artista, fruta, verdura, flor, objeto, filme.

Sorteia-se uma letra e marca-se um tempo máximo (dois ou três minutos). Cada participante terá que preencher todos os itens com palavras iniciadas pela letra sorteada. 

Quem preencher todos os itens primeiro, mesmo sem utilizar todo o tempo predeterminado, grita “Stop” e a rodada acaba. Ninguém pode escrever mais nada.

Faz-se então a contagem dos itens preenchidos por cada participante. Cada item preenchido vale 10 pontos. Se mais de um participante tiver colocado a mesma palavra para um determinado item, em vez de 10 só terá 5 pontos cada um. Ganha o jogo quem tiver o maior número de pontos.

Voltar