4 séries de comédia sobre família

Quer uma série de TV que retrata o complicado – e belo - relacionamento familiar de maneira engraçada? Então veja nossas dicas

Por Mie Francine Chiba

Publicado em 11/10/2016

A televisão está cheia de séries engraçadas com a temática situada no complicado e bonito relacionamento familiar. São programas que retratam situações cômicas com identificação imediata por parte do telespectador. Afinal, todo mundo tem uma família, seja ela funcional ou não. Os episódios, cheios de conflitos por um lado e de demonstrações de amor de outro, provam que o melhor lugar do mundo é sempre junto com a família e que, no fim, são eles que estão sempre lá por nós quando precisamos.

The Ranch

A recomendação dessa série que estreou ano passado começa pelo elenco: Sam Elliot (que interpreta Beau Bennet) é um ator de filmes de faroeste que faz jus ao personagem – tem cara de durão e é de poucas palavras, como muitos patriarcas que se vê por aí. Beau é pai de dois filhos bem diferentes: Colt (Ashton Kutcher), um ex-jogador de futebol que volta para casa depois de uma carreira arruinada, e “Rooster” (Danny Masterson), o filho que sempre esteve ao lado do pai ajudando-o a cuidar da fazenda.

Colt e Rooster vivem implicando um com o outro – Rooster tem ciúmes do irmão, que teve a liberdade de seguir o caminho que sempre quis. Beau ainda não se conforma com o fato de Colt, aos 34 anos, ainda insistir na carreira de jogador de futebol. Ao mesmo tempo, Colt e Rooster tentam, juntos, aprender a lidar com o pai que esconde os sentimentos de tristeza por ter sido deixado pela esposa, mãe deles. Uma curiosidade: Kutcher e Masterson trabalharam juntos em “That´s 70´s Show”.

The Middle

Essa série mostra que, se ninguém é perfeito, dentro de uma mesma família, então, as chances disso acontecer mais que dobram. The Middle conta a história da família Heck, que mora em uma pequena cidade do interior dos EUA. Mike e Frankie são pais atrapalhados com três filhos bem diferentes: Axl (o mais velho), um garoto popular, porém desleixado; Sue (a do meio), uma garota desajeitada e com dificuldades de se socializar; e Brick (o mais novo), garoto super inteligente que parece mais um mini-adulto com um comportamento bem peculiar.

The Goldbergs

Quem viveu a juventude nos anos 1980 com certeza vai se identificar com essa série. O criador, Adam Goldberg, quis retratar sua própria família na série baseado em vídeos que fazia durante sua infância. Trechos dessas produções amadoras podem inclusive ser vistos nos finais dos episódios. A família Goldberg é formada por Beverly, uma mãe superprotetora; Murray, o pai que demonstra afeto pelos filhos chamando-os de “idiotas”; Adam, o filho mais novo e “nerd”; Barry, o filho sentimental que não é lá muito popular na escola; Erica, a mais velha, uma garota de personalidade forte que se tornou popular com o tempo; e “Pops”, o avô galanteador e boa vida da série que sempre tem uma palavra de sabedoria para compartilhar com os demais integrantes da família.

Modern Family

O próprio nome já diz: essa é uma série sobre famílias modernas. Modern Family é formada por três núcleos familiares diferentes. A primeira, mais tradicional, é composta por Claire, uma mãe perfeccionista e competitiva; Phil, um pai divertido com um lado tanto quanto infantil; Luke, um menino com intelecto não muito privilegiado; Alex, a gênia da casa; e Haley, a patricinha. O segundo núcleo é formado por Jay, pai de Claire que, apesar da idade, se casou pela segunda vez com uma mulher bem mais nova, a bela colombiana Glória. Glória é mãe de um menino sensível e maduro demais para a sua idade, Manny. O terceiro núcleo familiar é formado por um casal gay – Mitchell (irmão de Claire) e Cameron, que adotam uma menina vietnamita. Apesar das brigas, a família toda está sempre unida e pronta para se ajudar.

Voltar